Tino-Jabuticaba_05.png

 Oficina 

A MEDIAÇÃO DA LEITURA COMO INSTRUMENTO DE FORMAÇÃO DO LEITOR NA COMUNIDADE 

3h/a :: pode ser apresentado no formato palestra (até 2h/a)

A quem se destina: professores, bibliotecários e demais agentes de leitura, principalmente, mas não só (pode ser apresentado no formato palestra). Oficina, até 30 inscritos. Palestra, inscrições sem limite.

 

Quando a criança não tem sua relação com a leitura estreitada pela família ou pela escola, há ainda a possibilidade de que encontre na comunidade o incentivo ao prazer em ler. E, mesmo quando há o afeto e o espelho na família e/ou na escola, ações comunitárias podem sedimentar a paixão pela leitura. Essa oficina apresenta a experiência do projeto Roedores de Livros (premiado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil como o Melhor Projeto de Incentivo à Leitura entre Crianças e Jovens do Brasil em 2011) que, desde 2006, promove ações de incentivo à leitura junto à crianças no entorno de Brasília. Calcado na mediação da leitura, o projeto tem uma metodologia com características passíveis de serem replicadas. Além disso, serão ampliados temas como: O que é Mediação de Leitura? O que é preciso para que essa experiência ajude a formar um leitor? Quais as características que fazem um livro ser melhor que um outro para uma mediação em grupo? Ao final, uma sessão de mediação de histórias e um momento para a “degustação” dos livros apresentados durante a oficina.

 

Material necessário: o encontro fica melhor se houver projetor/data-show com entrada VGA ou HDMI para que o ministrante use iPad (leva o iPad e o conector). Para um público maior de 30 pessoas, é necessário um microfone (qualquer tipo).